SMART Milling

Designação do projeto | SMART Milling

Código do projeto | CENTRO – 02 – 0853 – FEDER – 019394

Objetivo principal | Reforço da competitividade das pequenas e médias empresas

Região de intervenção | Centro

Entidade beneficiária | IT-MILL, Lda.

Data de aprovação | 14-09-2016

Data de início | 01-07-2016

Data de conclusão | 30-06-2018

Custo total elegível | 1.201.323,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia |

FEDER – 703.500,00 EUR
FSE – 20.176,10 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

1 – Especialização nas áreas de fabrico do molde mais relevantes e de grande complexidade técnica;

2 – Implementar tecnologias que garantam elevados níveis e eficiência e eficácia produtiva;

3 – Estabelecimento de parcerias com centros de saber e instituições de ensino superior;

4 – Associação ao Cluster de Competitividade Engineering & Tooling;

5 – Iniciar o processo de internacionalização;

6 – Utilização e implementação de instrumentos de comunicação e promoção inovadores para a captação de novos clientes internacionais e gestão e fidelização de clientes;

7 – Desenvolver uma abordagem de marketing que permita intervir em vários mercados e segmentos, onde se verifiquem oportunidade de crescimento e inovação;

8 – Orientação para o cliente – expansão da empresa acompanhando os seus clientes e garantindo um crescimento anual acelerado da produção de peças de alta precisão, diversificando e internacionalizando os seus produtos e mercados, com critérios de rentabilidade e de criação de valor;

9 – Garantir níveis do Valor Acrescentado Bruto (VAB), produtividade e liquidez financeira acima da média do sector;

10 – A aposta numa vertente estratégica de capital humano pautado pela contratação de quadros qualificados recrutados diretamente de instituições de ensino superior e de técnicos especializados recrutados com o apoio do IEFP e das associações do sector;

11 – A aposta numa componente de formação técnica que integre a aquisição de conhecimentos técnicos especializados na atividade da empresa, por forma a garantir a sustentabilidade do negócio a longo prazo;

12 – Implementação de um sistema de gestão integrado, que inclua a norma da qualidade (ISO 9001) e normas específicas de produção orientadas para segmentos estratégicos;

13 – Desenvolver uma cultura interna de inovação, que promova práticas de investigação e desenvolvimento tecnológico de novos processos por tecnologias de vanguarda.